blackstar
-És a pessoa mais meiga que eu conheço...
-Experimenta magoar-me propositadamente que vais ver como isso me passa...
-Isso não é assim com todos?!
-Não, comigo não era... Não era por me magoarem que deixava de gostar, de querer bem, de perdoar e ser a mesma pessoa que tinha sido até aí... Mas, se calhar, era apenas uma parva que calcavam porque sabiam que estaria sempre ali.
-Vês como nem precisas de vodka para ficar verdadeira... basta-te o café!

E se inicialmente me senti mal porque eram sentimentos que me eram estranhos e considerava que o que deveria sentir era um "nada", agora não... Fez-me mal, certo?! Então, desejo-lhes o dobro do que me disseram/fizeram/desejaram... E eu tenho muito que posso desejar  (até anúncios em páginas manhosas já tive! :))
2 Responses
  1. Taberneiro Says:

    Gosto. A minha intuição de balcão diz-me que assim és uma mulher resolvida.


  2. blackphoenix Says:

    Começo a ser! Parece-me que este é um caminho longo e árduo... Mas começo a sentir prazer ao caminhá-lo e isso será, certamente, parte da solução!


Enviar um comentário