blackstar
Na Suíça, um cabrão, desculpem, um senhor, admitiu ter violado mais de 100 crianças deficientes! Eu, que sou contra penas de morte e radicalismos semelhantes, acabo de ter uma ideia brilhante (aliás, estivéssemos em Dezembro e os Reis Magos vinham cá ter a casa!): podíamos colocar o cabrão, digo, senhor, na mesma cela que o Seabra, não?! E levávamos já o saca-rolhas, a televisão, e tudo mais que o moço precise... Que me dizem?!  

O meu signo é balança... A justiça está-me no sangue, certo?
7 Responses
  1. afectado Says:

    é por causa de casos destes e de outros do género que eu não consigo perceber quem diz ser totalmente contra a pena de morte.


  2. blackphoenix Says:

    1º: não podemos viver num sistema de dente por dente;
    2º: onde está o sofrimento na pena de morte? Todos os condenados a pena perpétua dizem preferir a pena de morte!


  3. afectado Says:

    podia ser pena de morte com prévia tortura durante anos :)

    mas pronto, no mínimo prisão perpétua (sem possibilidade de perdão).


  4. blackphoenix Says:

    Com isso concordo! Aliás, sempre foi o que defendi!


  5. AUFDERMAUR Says:

    Os condenados à pena de morte costuma passar vários anos no corredor da morte e custam imenso dinheiro ao Estado. Há uns anos vi os números sobre isso para um trabalho que eu fiz sobre serial killers e é impressionante as regalias que eles têm e o dinheiro que isso custa! Alguns ficam lá tanto tempo que morrem mas é de velhice.

    E isso de não haver sofrimento na morte depende do meio utilizado, a cadeira eléctrica não devia ser nada agradável...

    (Adoro o teu novo fundo todo preto e condiz com o teu nickname)


  6. blackphoenix Says:

    Ora, alguém que repara que mudei a casa! ;p


  7. AUFDERMAUR Says:

    Sabes que os homens nunca reparam nessas coisas :D


Enviar um comentário